Sports USA

De novo, Jon Jones é pego no antidoping e pode perder seu cinturão

UFC/Site oficial

O que parecia ser um retorno triunfante e heroico ao octógono pode virar apenas mais uma mancha na carreira de Jon Jones. Parece até mentira, mas não é. Jon Jones caiu mais uma vez no exame antidoping e agora corre risco de perder seu cinturão novamente.

De acordo com o repórter Brett Okamoto, da ESPN, Jones foi pego no exame antidoping, testando positivo para Turinabol, um tipo de esteroide anabolizante. A notícia foi inicialmente publicada pelo site TMZ e confirmada por Dana White, chefão do UFC, à ESPN.

Dessa forma, Jones pode até perder o cinturão dos meio pesados obtido no UFC 214, quando ele derrotou o então campeão, Daniel Cormier. Segundo White, se os testes se mantiverem positivos na contraprova, o título volta para Cormier.

A amostra foi colhida na véspera da UFC 214, que aconteceu em 29 de julho, na Califórnia, e deu positivo para turinabol, um esteroide anabolizante. A violação, que ainda será confirmada com a contraprova, seria a segunda de Jones, que venceu Daniel Cormier no evento e retomou o título dos meio-pesados da organização.

Na primeira vez, ele foi pego em julho de 2016, também com um esteroide, e ficou um ano suspenso. Por ser reincidente, a pena que o lutador americano de 30 anos pode tomar deve superar dois anos. Como de praxe, assim que recebeu o aviso da Agência Antidoping dos EUA (Usada) de uma potencial violação da sua política antidoping pelo campeão dos meio-pesado, o UFC deu a suspensão provisória para o lutador.

Reação do Ultimate
Assim que a notícia começou a se espalhar pela mídia norte-americana, o UFC colocou em seu site oficial um comunicado sobre o assunto.

“O UFC foi notificado nesta terça-feira que a USADA (Agência Americana Antidoping) informou Jon Jones sobre uma possível violação da política antidopagem derivada de uma amostra coletada após a sua pesagem em 28 de julho de 2017.

A USADA, administradora independente da Política antidopagem do UFC, será responsável pela gestão dos resultados e a adjudicação apropriada deste caso envolvendo Jones, em conexão com a Política Antidopagem do UFC e a futura participação do UFC. De acordo com a Política Antidopagem do UFC, existe um processo legal completo e justo que é concedido a todos os atletas antes de serem impostas quaisquer sanções. A Comissão Atlética do Estado da Califórnia (CSAC) também mantém a jurisdição sobre este assunto, uma vez que a coleta de amostras foi realizada no dia anterior da luta de Jones no UFC 214, em Anaheim. O Estado da Califórnia e a USADA trabalharão para garantir que o CSAC tenha as informações necessárias para determinar o julgamento adequado da possível violação da política antidoping de Jones.

Informações adicionais serão fornecidas no momento apropriado à medida em que o processo avançar.”

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com