Sports USA

Cubs vencem Indians na 10ª entrada e é campeão depois de 108 anos

MLB.com

Fim da escrita. Fim de uma seca que durava incríveis 108 anos. Em um jogo épico, que terminou apenas na madrugada desta quinta-feira (3), o Chicago Cubs venceu o Cleveland Indians por 8 a 7, fechou a World Series em 4 a 3, para conquistar seu primeiro título desde 1908. O título é ainda mais histórico se levarmos em conta que Chicago inverteu uma vantagem de 3 a 1 do Cleveland.

Por isso, o melhor lugar do mundo para se estar hoje é em Chicago, de preferência usando uma camisa, um boné ou qualquer coisa que faça alusão aos Cubs. Por 108 anos, uma das mais tradicionais franquias do beisebol conviveu com insucessos, com dramas intermináveis e o sentimento de frustração que, pouco a pouco, foi incorporado ao cotidiano de um torcedor que mesmo derrotado jamais abandonou o Wrigley Field. Um casamento fiel. Nas horas boas e nas horas más.

Era impossível, diziam. A resignação da torcida era a prova da absorção do fracasso e logo o bode maldito de Billy Goat passeava no imaginário do fã mais confiante. A muleta perfeita para uma desculpa ultrajante.

Só que isso um dia, por um lapso de misericórdia divina, teria um fim.

Aconteceu.

Leia mais
O que você não pode perder na World Series mais épica da história
O Chicago Cubs e a profecia do filme “De Volta Para o Futuro”

Em um dos jogos mais emocionantes da história do beisebol moderno, quiçá o mais dramático espetáculo esportivo de 2016, os Cubs venceram o Cleveland Indians por 8 a 7, na madrugada desta quinta-feira no Brasil, aniquilando seus carmas, espantando seus fantasmas e jogando por terra as maldições e maus agouros que por mais de um século ruíram com a esperança de gerações.

Os Cubs são os mais novos campeões da MLB. Os Cubs são os vencedores da World Series.

A espera acabou.

A maior seca da história dos esportes norte-americanos encerrou-se. E foi impossível não se arrepiar ao ver o fechamento de um confronto extremamente tenso no Progressive Field, em Cleveland, casa dos Indians, time que também carrega consigo 68 anos de jejum.

Mas a vez era de Chicago. Os deuses do beisebol já haviam escrito em suas linhas tortuosas o desfecho desta sina. E foi com requintes de crueldade.

Quando tudo parecia se encaminhar para uma vitória, de certa forma consumada, um home run de Rajai Davis impulsionou uma corrida de Brandon Guyer, de Cleveland, deixando o placar empatado em 6 a 6 na oitava entrada.

O empate persistiu no marcador, sendo necessário uma entrada extra para definir o grande campeão. De repente, o mundo começou a cair em Cleveland. Uma chuva que atrasou o início do décimo inning. Parecia que o confronto que reunia os dois times mais azarados do beisebol jamais acabaria.

Só que os céus deram uma trégua, se abriram para trazer o tão sonhado título para Chicago.

Com a rebatida de Ben Zobrist, Albert Almora Jr completou a corrida, e Rizzo foi para a terceira base. Depois, foi a vez de Miguel Montero impulsionar a corrida de Rizzo, deixando os Cubs a um passo do título. 8 a 6 no marcador.

Mas quem disse que seria fácil? O Cleveland Indians reagiu quando Rajai Davis rebateu e Guyer completou a corrida, deixando o placar em 8 a 7 para Chicago.

Só que a reação do time da casa logo foi aniquilada. A noite era dos Cubs e ninguém tomaria este título deles.

A profecia do filme de “Volta para o futuro”, que previu a conquista de Chicago em 2015 foi concluída com um ano de atraso. Digamos que, por aproximação, os roteiristas acertaram em cheio. No entanto, o que importa mesmo é que os Cubs são campeões. A bandeira W novamente será desfraldada em Chicago.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Resultados da Série

  • Jogo 1: Indians 6 x 0 Cubs
  • Jogo 2: Indians 1 x 5 Cubs
  • Jogo 3: Cubs 0 x 1 Indians
  • Jogo 4: Cubs 2 x 7 Indians
  • Jogo 5: Cubs 3 x 2 Indians
  • Jogo 6: Indians 3 x 9 Cubs
  • Jogo 7: Indians 7 x 8 Cubs

*Por Josias Pereira

3 Comentários

  1. Alexandre Kupidlowsky

    3 de novembro de 2016 at 08:05

    Não sei qual World Series foi mais épica, se essa ou a de 2011 na qual o St. Louis Cardinals virou contra o Texas Rangers, com o Albert Pujols batendo um HR na eliminação que daria o inédito título ao Texas. Mas pela carga e pressão sobre dois times que estavam na seca, essa de 2016 supera.

  2. Guilherme da Cunha

    3 de novembro de 2016 at 10:46

    Excelente texto, Furão!

  3. Pingback: Chicago Blackhawks parabeniza Cubs pelo título da World Series – Sports USA

Deixe sua resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com